Chuvaaa

Começo o post fazendo um breve resumo de hoje, bom, acordei atrasada, como tem acontecido muito ultimamente por conta de preocupações musicais (logo posto aqui do que se trata!), daí fui pra aula toda feliz, chego lá e tenho 3 horas de aula de Psicologia sem um mísero intervalinho, achei que ia pirar naquela sala, com tanta informação, definitavamente Freud era um cara muito, mas muuuito louco, aí quando finalmente acaba a sessão do tio Freudinho, vou embora porque ia ter um dia cheio pela frente.

Tinha planejado finalmente tentar começar minha pseudo-carreira de mais pseuda ainda fotógrafa… mentira, só ia tirar umas fotos pela universidade porque a professora mandou mesmo, já cheguei a conclusão de que esse lance de foto não é pra mim, prefiro só admirar mesmo, ah! é ISO, é foco, é centralização, é botãozinho que não acaba mais, minha cabeça não aguenta isso não.

Então, percebendo que não ia dar em nada mesmo fui resolver uns probleminhas de burocracia na UFMT, demorei um pouquinho, afinal, burocracia é burocracia, e então, quando tudo está acabando, vem ela, linda, deslumbrante, avassaladora, maravilhosa, estonteante, revigorante e simples CHUVA!

Cai chuvinha, na minha mão.
Cai chuvinha, na minha mão.

Digo isso porque hoje foi um dos banhos de chuva mais engraçados que eu já tomei, realmente o brasileiro consegue ver o lado bom até de onde não poderia aparecer, porque tô falando isso? Leia e concorde comigo: estava eu e mais algumas pessoas dentro de um ônibus felizes da vida, pois não estavámos mais na rua pegando chuva, não? Porém, essa alegria não durou muito, porque simplesmente a água invadiu, *literalmente* o ônibus, molhou desde o motorista até a metade do ônibus, mas pensam que alguém ficou puto com isso? Não, todo mundo ficou rindo e tirando sarro da situação até chegar em suas casas.

Daí que quando desci do ônibus, ao invés de correr pra casa, não, fui andando mesmo, aproveitando aquela chuva na cabeça, “lavando a alma”, pensando nas cenas hilárias que tinham acabado de acontecer e chegando a conclusão de que quando acontece algo de ruim, se pensarmos no lado bom, mesmo que pareça não existir, ele surge e melhora tudo!

Tá ruim? Pense positivo.
Tá ruim? Pense positivo.

Como quase tudo nesse blog termina ou começa em música, mando agora uma enxurrada de músicas e vídeos com esse tema tão lindo: a chuva. Puxei aqui na memória clipes com chuva, e achei esses muito legais. Curtam e deixem-se molhar!

Avril Lavigne – Nobody’s Home

Coldplay – Yellow

Jorge Ben – Chove Chuva

Kid Abelha – Na rua, na chuva, na fazenda

Maria Rita – Santa chuva

Os Paralamas do Sucesso – Lanterna dos Afogados

The Beatles – Rain

The Kooks – Shine On

 p.s: seleçao de músicas, sem Kooks não tá certo, ok?! =]

Anúncios

5 comentários sobre “Chuvaaa

  1. E o The Kooks sempre por aqui.
    Brother, correr na chuva pra molhar menos é mito, andar dá no mesmo, molha do mesmo jeito.

    =*

  2. Adorei a seleção de músicas. Muito bem sacado! Os dias de chuva são meus preferidos, acho que tudo combina melhor com chuva, inclusive música!
    Ah! parabéns pelo blog, muito bom!

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s