Hermanos

De uns anos pra cá tenho me interessado muito pela América Latina, sua história, seus costumes e principalmente em como essa região é chegada numa luta. Luta essa que atrapalha e muito os interesses dos grandes e importantes países. Pude verificar isso mais profundamente por causa de um trabalho pra faculdade sobre a pesquisa em comunicação na América Latina, e fiquei impressionada e curiosa, quem sabe não tá pitando aí uma futura monografia…?

Memorial da América Latina
Memorial da América Latina

Bom, não vou fazer aqui um contexto sobre a história latina, mas que é uma região cheia de curiosidades, isso é, pena que o Brasil não se identifique tanto com seus hermanos, grande parte por culpa da imprensa, que faz questão de nos distanciar de nossos vizinhos latinos, nos aproximando mais de outras culturas, que em nada tem a ver conosco.

Daí que pensando e pesquisando exatamente isso, encontrei essa matéria da Comunique-se, sobre o editor da The Economist dizendo que a América Latina é sempre esquecida pela imprensa brasileira e internacional, e de como o Brasil se vê nessa situação:

“A cobertura da imprensa internacional sobre a América Latina é muito ruim”, afirmou Michael Reid, editor da revista The Economist, no seminário “A luta pela alma da América Latina”, realizado nesta quinta-feira, (04/06) em São Paulo. Para Reid, a imprensa e a sociedade esquecem a região do continente americano. “O que chama a atenção da imprensa internacional e sempre é notícia é o crescimento da China, as guerras no Oriente Médio. A América Latina sempre fica esquecida”, comentou.

Reid, que viveu três anos no Brasil, e em outros países latino-americanos, escreveu o livro “O Continente Esquecido – A batalha pela Alma Latino-americana”, recém lançado no Brasil. A publicação é um estudo da região e dos pontos em comum entre os países latino-americanos, como economia e política.

Para o jornalista, a cobertura da mídia ainda mostra a região latino-americana com o mesmo foco. “A América Latina é sempre retratada como uma região desorganizada. Mas é importante reconhecer o progresso quando ele existe”, afirmou. Lourival Sant’Anna, que já fez várias coberturas sobre a América Latina, ressaltou que os “jornais econômicos percebem as diferenças entre os países da América Latina, mas na imprensa em geral o tema é esquecido”.

Quando a pauta é o Brasil, na própria América Latinam  existe uma tendência clara. “A imprensa latino-americana muitas vezes é contaminada pelos interesses econômicos. Em países como Bolívia, Paraguai o Equador, o Brasil é visto como um ladrão, imperialista na América Latina”, ressaltou Sant’Anna.

Anúncios

2 comentários sobre “Hermanos

  1. Bruna, excelente post!
    Boa observação: não olhamos pro lado, para aqueles que realmente são nossos hermanos, como vc mesma disse.
    Bela canção essa do Gil hein?!

    Saudações!

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s