O que você sabe do ateísmo? II

Crescimento do ateísmo

O primeiro registro de crescimento do ateísmo foi por volta de 1859, quando o cientista Charles Darwin (1809 – 1882) apresentou a Teoria da Evolução. A ciência, que já vivia em conflito com a religião, passou a duvidar de Deus abertamente e a sociedade passa também a se confrontar com os dogmas religiosos.

Alguns anos depois, em 1882, o filósofo ateu Friedrich Nietzsche (1844 – 1900) atestando a força do ateísmo, escreve: “Deus está morto! E quem o matou fomos nós!”.

Esse número vem crescendo também nos países socioeconomicamente mais evoluídos, principalmente os europeus. Nos últimos 100 anos o ateísmo na Europa cresceu de 1,7 milhão para quase 130 milhões de pessoas.

Estima-se que haja atualmente cerca de 800 milhões de ateus no mundo todo. Marcelo Ronconi, presidente da União Nacional dos Ateus, alerta para o fato desses números não serem totalmente confiáveis, “muitas pessoas no íntimo são atéias com consciência disso, mas que ainda assim preferem não expor suas opiniões. Então elas tendem a dizer que são ‘sem religião’.”

Brasil e as religiões

O Brasil  ainda é um dos países com grande parte da população cristã, o catolicismo representa 73% da população (2000 – último Censo do IBGE). Os ateus e os não religiosos formam o terceiro maior grupo em crescimento no país, de 1980 a 1991 a taxa foi de 250%.

Segundo o IBGE: 72% das pessoas sempre seguiram a mesma religião, 82% dos evangélicos já foram católicos e 17% seguem mais de uma religião

Outro dado apurado pelo IBGE é de que a cada ano, cerca de 600 mil fiéis abandonam a Igreja Católica e migram para outras religiões, derivadas, principalmente, do cristianismo, entre elas os de orientação pentecostal e neopentecostal – duas vertentes do protestantismo que mais crescem nos últimos 40 anos.

“Um dos problemas do cristianismo foram as subdivisões da Igreja, antigamente havia uma única igreja, pois Deus falava para sua igreja e não suas igrejas. Não há necessidade de tantas igrejas diferentes pregando conceitos diferentes, acaba causando a competição entre elas. E isso é muito negativo para nós, católicos.”  Nivaldo Gomes, ministro extraordinário da Capela Basílica do Senhor Bom Jesus de Cuiabá.

Em 1991, a taxa de pessoas que se declaram católicas era de 83%, evangélicas, 9% e os “sem religião”, 4,7%. Em 2000, esses números mudaram, católicos são 73%, evangélicos 15,4% e “sem religião” formam 7,5% da população brasileira.

Igrejas e seus números (IBGE – 2000)

  1. Igrejas Católica Apostólica Romana – 124.980.132
  2. Sem religião – 12.492.403
  3. Assembléia de Deus – 8. 418. 410
  4. Igreja Batista – 3.162.691
  5. Pentecostais e Neopentecostais – 2.514.532
  6. Congregação Cristã do Brasil – 2.489.113
  7. Espírita – 2.262.401
  8. Igreja Universal do Reino de Deus – 2.101.887
  9. Igreja do Evangelho Quadrangular – 1.318.805
  10. Igreja Adventista do Sétimo Dia – 1.209.842
  11. Testemunhas de Jeová – 1.104.886
  12. Igreja Luterana – 1.062.145

O historiador  e professor da Universidade Estadual de Goiás, André Caes, concorda com essa afirmação. Segundo o ele, o ateísmo não vem crescendo como muitos pensam. “O dado estatístico mais importante é o crescimento do número dos ‘sem religião’, que não são ateus, mas que optam por não pertencer a uma religião específica. O cristianismo católico não perde adeptos para o ateísmo, mas perde fiéis para as Igrejas Pentecostais e Neo-Pentecostais. Na minha opinião, o ateísmo não vem crescendo,  estatisticamente, ele mantém sua porcentagem normal.”

* Matéria final da disciplina Reportagem e Entrevista I do 4º semestre de Jornalismo na UFMT. Continua nos próximos posts…

Anúncios

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s