Autoconselho

Acabou. O que fazer? Lembrar, sofrer e até chorar faz parte. Fotos, músicas, filmes, lugares de histórias dificultam mais ainda. Já que é inevitável, sofra o quanto puder. Depois que não der mais, tente ser feliz. Não aquela felicidade irritantemente eterna, porque isso não existe e nem nunca existirá (ainda bem). Nada é pra sempre, na verdade. Tudo dura o quanto tem que durar, ou não. Algumas vezes o fim chega antes do esperado, e é aí que dói mais. De dores e amores é que somos feitos. Refaça os seus. Adquira novas dores e saboreie novos amores. Refaça planos, amizades, lugares, ideias. Dê um jeito na vida.

Vida. Você ainda lembra o que é isso? Sofrer é bom, mas não se acostume com isso. É uma prova de que ainda estamos vivos, mesmo que pareça o contrário. Esse estado de “quase morte” também é bom, avalie sua vida. Veja se ela valia mais a pena antes ou a partir de agora. Se valia mais antes, esqueça, o tempo não volta, se contente com o amanhã. Se o amanhã parece confuso, triste e solitário, encare-o, pois é isso que vem pela frente. Se der pra não ficar lembrando do ontem, é melhor. Comparações a essa hora não lhe farão bem.

Respeite-se, não deixe que pisem em você ou em seus sentimentos. Diga “sim” pra você e “foda-se” o resto. Não é pra ser educadinha com ninguém, você nunca foi mesmo, por quê seria agora? Pra ficar bem na foto? Bem com quem? Bem pra quem? Você não está bem, está apenas tentando, por isso, deixe pra lá. Nada mais importa no mundo a não ser você. Você aprendeu alguma coisa com tudo isso? Pratique melhor da próxima vez, caso ela aconteça, caso você queria ou caso você mereça.

Anúncios

5 comentários sobre “Autoconselho

  1. Oi, Bruna. Muito obrigada por essas palavras. Obviamente que não foram pra mim, pois não nos conhecemos, o que é uma pena, já que pelo seu blog pude perceber a pessoa sensível e inteligente que é. Enfim, peguei seu “autoconselho” e salvei no meu desktop pra ler toda vez que precisar de coragem pra encarar o amanhã.
    Não sei em que condições escreveu esse lindo texto, mas ele serviu muito bem pra mim.
    Quero agradecer mesmo. Ás vezes amigos de verdade não me falariam o que que escreveu, por isso, muito obrigada!
    Você não tem noção do quanto me fez bem ler isso, espero que meu comentário possa ter feito você sentir um pouco.
    Posso ser sua fã? Hehe
    Beijão, querida!

  2. Nossa, Angela, seu comentário me deixou MUITO feliz! Quando a gente escreve, não imagina o quanto isso pode atingir outras pessoas, que bom que te ajudou de alguma forma.
    De verdade, eu que agradeço. Suas palavras foram lindissimas. Obrigada pela visita e pelo comentário!
    Beijo!

    ps: acho que não sou uma pessoa muito apropriada para você ser fã, mas agradeço a intenção. Haha

  3. Nossa, Bruna, chorei com seu texto! Muuuuuito lindo!
    Como sagitariana, me identifiquei muito com essa forma de pensar. Seja lá o que for, cabeça erguida e vambora!
    Ah, só por curiosidade mesmo, qual seu ascendente?
    Beijim!!

    • Oi, Alessandra. Obrigada pelo comentário! Não é sempre que eu penso assim, mas eu tento pelo menos. 🙂
      Olha, a única certeza que eu tenho é a de que sou sagitariana. Hahaha. Nasci em dezembro, quando estamos no horário de verão. Segundo um mapa que eu fiz há muito tempo, eu posso ter como ascendente tanto Leão quanto Câncer, depende se eu “aceito” o horário de verão ou não, entendeu?

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s