E-mail sem resposta

3h30. Resolvi o que tinha que fazer para pelo menos tentar diminuir o que me aflige desde às 8h da manhã. Como faço todos os dias quando chego no trabalho, abri minha caixa de e-mail e me deparei com um enviado por uma pessoa desconhecida. Por alguns segundos achei que fosse mais alguma dessas propagandas ou promoções em que você ganha nada, mas ainda assim resolvi abrir e ler.

Quando eu comecei a escrever de verdade nesse blog, há uns três anos mais ou menos, jamais imaginei que um dia receberia um e-mail como o que recebi hoje. Na verdade, nunca achei que fosse dar em nada. Sempre escrevi muito mais para botar para fora minhas angústias, alegrias, indignações, reflexões e ah, minhas músicas, claro. Muitas vezes acho que o que estou escrevendo não vai ser entendido por ninguém, por isso, me surpreendo quando comentam algo muito parecido com aquilo que eu escrevi. É como um “nossa, eu sou assim também, que bom, não estou tão louca”.

Fiz um post tempos atrás que recebeu alguns comentários muito interessantes e que me fizeram repensar sobre várias coisas. Assim como faço com qualquer comentário que o blog recebe, agradeço, respondo e fico muito, muito feliz dependendo do que é escrito. Com esse foi assim.

Acontece que uma dessas pessoas foi além do comentário no blog e me enviou esse e-mail hoje. Tive que respeitar – totalmente contrariada, que fique registrado-, o pedido ao final da mensagem de não responder ao e-mail, mas acho que não seria eu se não dissesse pelo menos um MUITO OBRIGADA.

As palavras que seguem adiante é para VOCÊ que leu meu post, comentou e hoje me contou um pouco da sua história, cheia de dramas, dores e sinceridade, como a de todos nós. Espero que como num outro dia qualquer você volte ao meu blog e possa ler isso e que saiba o quanto me emocionou com o que escreveu. Espero também que me envie outro e-mail e que neste eu possa te responder e você me conte mais sobre a conversa com os lobos que tinha quando criança, já que eu nunca vi um de perto, muito menos tive o prazer de conversar com eles ou sobre qualquer assunto que queira, porque é muito inteligente e deve ser uma ótima pessoa para se conversar.

Espero também que sua dor diminua e que a tal “profecia” não se cumpra, de verdade. Agradeço por todos os elogios ao meu texto e à mim. Suas palavras já estão guardadas em uma parte muito especial da minha memória. Muita força para você, imagino que não seja fácil ser quem é, mas não tenha vergonha disso. Todos temos defeitos e qualidades, perfeições e imperfeições que não são aceitas nem por nós mesmos, que dirá pelos outros, né?

Take these broken wings and learn to fly
All your life
You were only waiting for this moment to arise

Bom, fique à vontade para responder a esse post ou me mandar outro e-mail ou não responder se não quiser também. Só queria muito que você lesse e soubesse do bem que me fez e do quanto a partir de hoje, você tem alguém que torce muito para que sejas feliz.

Muito obrigada!

Anúncios

2 comentários sobre “E-mail sem resposta

Solte o verbo!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s